(CLIQUE NAS IMAGENS PARA VÊ-LAS EM TAMANHO REAL)

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Seção "Post Parceiro": Dicas para Intercâmbio na Austrália

Hoje é dia de Post Parceiro! Se você é novo por aqui e não sabe o que é o Post Parceiro, é simples: qualquer leitor do blog pode me mandar um texto sobre qualquer assunto relativo à Austrália que em algumas semanas ele vai ser publicado aqui e visto pelos mais de 5 mil visitantes mensais do blog! Gostou da ideia? Quer participar? Dê uma conferida nos Posts Parceiros anteriores (link AQUI) e mande seu texto pra duslompo@yahoo.com.br!

O post de hoje é do Felipe Tanaka, fundador e diretor do Portal Brasileiros em Sydney BES. Se você não conhece o portal, dê uma olhadinha, recomendo fortemente, tem muita coisa boa lá! O link tá AQUI. O Felipe acompanha o blog desde Agosto de 2014 e o post preferido dele foi o das "Guloseimas da Austrália que fariam sucesso no Brasil" (link AQUI).

Obrigado pela participação, Felipe!


Dicas para Intercâmbio na Austrália
(por Felipe Tanaka)

Poder estudar fora do país é uma ótima oportunidade de crescimento, tanto pessoal quanto intelectual. Todo esse processo parece ser muito complexo, complicadíssimo! Mas não é, muitas vezes o medo e a insegurança de ir para um lugar diferente causa essa impressão. Confira 5 dicas de Intercâmbio preparadas pelo portal Brasileiros Em Sydney BES:

1 - Pesquise sobre a escola
Antes mesmo de fechar negócio com qualquer agência, pesquise a escola desejada para o intercâmbio. Procure saber o local, quais as regras e principalmente buscar comentários de alunos sobre a escola. Faça o máximo para conseguir uma escola com boas recomendações, apesar das escolas boas serem um pouco mais caras, vai valer muito a pena você escolher pela qualidade, um intercâmbio não e barato! Então não jogue dinheiro fora com escola ruim.

Um ótimo lugar para se conhecer esses estudantes seria grupos e paginas do Facebook, como o grupo "Portal Brasileiros Em Sydney BES" e a página "Portal BES". Não esqueça de se informar se a escola é flexível em relação ao horário, também se mudança de horário será permitida se necessário.
Para ajudar o Portal Brasileiros Em Sydney BES divulgou um artigo com a avaliação das escolas na Australia, confira a seguir: "Avaliação de escolas para seu INTERCÂMBIO NA AUSTRALIA"

2 - Pesquise sobre sua acomodação
Muito é discutido sobre "homestay" (casa de família), pelo que parece, alguma das agências as vendem como se fossem acomodações de filmes de Hollywood, saiba que na maioria dos casos as acomodações não chegam nem perto do que se é vendido, claro existe exceções. Não espere um ótimo tratamento do pessoal da "homestay" (casas de família), na maioria dos casos os mesmos estão somente interessados na ajuda financeira proporcionada pela a estádia. O governo também ajuda esse pessoal. Então, utilize a internet e faça contatos com pessoas que passaram ou estão passando por essa experiência, pergunte o que acharam, como que foi a estádia ou como que está sendo.

Depois de conhecer mais sobre a homestay, comece a pesquisar outras melhores opções como dividir apartamento com outros estudantes (share accommodation) , qual seria a melhor opção, por ser: mais barato, ter escolha de localização e poder contar com ajuda de outros estudantes. So para mencionar, as homestays sempre são distantes do centro da cidade, onde sua escola estada localizada e também futuramente um trabalho.

Caso você não conheça ninguém que more na Austrália e possa fazer as inspeções de moradia no seu lugar, o recomendado seria vir com a acomodação recomendada pela agência, e depois você procurar por conta própria uma moradia do seu gosto. Por isso não pague mais que 3 semanas de acomodação pela a agência, 3 semana será o tempo necessário para se achar uma nova moradia.

3 - Procure saber mais sobre a moeda, unidades de medida e voltagem da Austrália
A melhor coisa é chegar para seu intercâmbio na Austrália sem nenhuma preocupação e familiarizado com a moeda local, quais os valores e a cotação do Real em Dollar Australiano. Assim prevenindo que você leve um susto quando for fazer sua primeira compra no mercado, isso mesmo a comida aqui é muito cara.

O sistemas de medidas é o mesmo usado no Brasil, não haverá nenhuma preocupação nessa area.

A voltagem é muito importante saber antes, para não ter problemas com seus equipamentos eletrônicos, na Austrália a voltagem é 220v, então nada de equipamentos 110v, como exemplo vou citar minha experiência de quando cheguei: eu fui testar um equipamento de DJ que tinha acabado de trazer novinho do Japão, e como todos sabem este tipo de equipamento não é barato. Todo alegre eu coloquei na tomada e foi so isso para que eu queimasse todo componente eletrônico do equipamento, muito triste e caro. Então preste atenção na voltarem antes de utilizar seus equipamentos eletrônicos, inclusive carregadores de celular.

A tomada tem um formato diferente, e precisa de adaptador para se conectar esquipamentos do Brasil, confira no artigo do link abaixo e saiba mais sobre adaptador de tomadas.
Confira mais sobre o sistema de medidas e voltagem na australia: "A caminho do INTERCÂMBIO NA AUSTRALIA? Saiba mais sobre a voltagem e métricas do país."

4 - O que trazer
Com a grande distância entre Brasil e Austrália, você pode trazer 2 malas de até 32kg, a maior quantia de bagagem disponível para vôos internacionais, mas mesmo assim não é muito, então organize sua mala o mais eficiente possível.

Escolha as roupas corretas, relacionadas com o tempo que ficará fora, veja qual é a estação na Austrália e selecione as roupas corretas para a especifica estação do ano. As estações do ano aqui são bem estritas, então no verão so vai ser calor, não haverá dias de frio e vice e versa. Por exemplo: se vier no verão e não for extender sua estadia até o inverno, traga somente 2 blusas de frio, isso será o suficiente.

Sobre a comida, é muito comum ver diversas pessoas lotarem as malas comida, na maioria dos casos, com produtos que existem aqui. Eu mesmo já conheci uma pessoa que lotou a mala de macarrão instantâneo. Não faça isso, aqui também tem no mercado! A maioria dos produtos que tem ai no Brasil aqui também tem, mas em relação de comida, no Brasil a variedade e maior. Por exemplo: bolachas recheadas aqui só tem uma parecida com as do Brasil, essa seria a bolacha Oreo (Negresco), nada mais.

Então se você gosta de bolachas traga algumas Passatempos e Trakinas para que você não passe vontade no tempo da sua estadia. Apesar de se achar facilmente bolachas para comprar dos brasileiros que acabam de chegar do Brasil, também existe um mercadinho que vende, o único lugar que achei em todos esses anos que estou aqui. Mas aqui existem outros diversos doces, quais também são deliciosos.

Caso você fume, para de fumar antes de vir para a Austrália, ou traga um estoque de cigarros para a sua estádia. Aqui um maço de cigarro custa mais que AUD$20, isso mesmo mais que R$40 e a cada ano que passa o imposto no tabaco aumenta, isso é uma forma que o governo está fazendo para desencorajar as pessoas de fumarem.

Depois de organizar tudo o que irá trazer para o intercâmbio, percebeu que não vai ter espaço? Não se preocupe, confira a lista de produtos quais você pode deixar ai no Brasil, por serem fácil de achar e baratos.
    toalha,
    chinelo,
    remédios quais nao precise de prescrição médica,
    meia,
    roupa de cama,
    travesseiro,
    comida em geral.

E não se esqueça que existem regras para trazerem produtos em geral, especialmente comida, bebidas e cigarros. Confira esse artigo e entenda mais sobre as limitações: "O que levar e não levar na bagagem - dicas de intercâmbio"

5 - Faça amigos aqui na Austrália
Para o final o mais importante, isso mesmo! Leve essa dica o mais sério possível. Não existe ninguém melhor para te ajudar e passar importantes informações, do que os estudantes que estão passando pela a experiência de um intercâmbio neste exato momento. Nem mesma as agências, sites de viagem, blogs, etc; irão te passar informações tão boas quanto os alunos aqui na Austrália.

Os amigos que irão fazer online irão ajudar muito no seu planejamento do intercâmbio na Austrália, ajudas como: informações sobre acomodações, informações sobre escolas, dar dicas de como as coisas funcionam na Austrália e o mais importante podem te ajudar com emprego quando você chegar para seu intercâmbio.
Faça amigos, utilize o poder da internet, acesse o facebook como principal meio de procura.

O intercâmbio estudantil além de providenciar muito informação intelectual, você irá aprender muito sobre outras culturas, fazendo com que você tenha um entendimento melhor sobre o mundo. Você também irá fazer ótimas amizades, quais muitas irá levar para o resto da vida.
Uma experiencia sensacional!
Uma boa viagem e nos vemos por aqui!


11 comentários:

Thaiz e Lucas disse...

Olá, abro diariamente esse blog somos de Bauru-SP e estamos a caminho da Australia, e junto estamos carregando todas as sensações possiveis, positivas e negativas (rs).
Amei esse post, várias dicas muito importantes, principalmente a dica de FAÇA AMIGOS.
Obrigado por sempre compartilharem as experiencias...SUCESSO...

Eduardo Slompo disse...

Legal que curtiu, e obrigado por seguir o blog fielmente!! :)

Não esquece de dar uma conferida no "Post Mais Importante do Blog" quando tiver uns minutinhos, o link tá lá em cima... ;)

Anônimo disse...

Olá Eduardo! Gosto muito do seu blog, estou planejando com meu filho (12 anos) tirar o visto permanente para Austrália (onde temos alguns parentes que são cidadãos de lá).

Eu estava me planejando para tirar meu visto só daqui à 3 anos, depois de cursar minha segunda graduação (que é o que quero mesmo, e também é área em demanda). MAS estão havendo algumas mudanças...e eu acabei de te enviar, pq estou muito em dúvida!

Se puder nos ajudar ficaremos extremamente gratos!

Desejo muito sucesso para vocês!

Anônimo disse...

*de te enviar um e-maiil

Eduardo Slompo disse...

Acabei de te responder :)

Dany Oliveira disse...

Eduardo boa noite.
Te enviei um email para o yahoo. Não sei se esta certo.
Preciso de um norte. E encontrei muita ajuda no seu post.
Se puder responde-lo eu agradeço muito !!

Boa sorte por ai
Bjoo

Eduardo Slompo disse...

Dany, acabei de responder seu email. :)

Felipe Cavezale disse...

Olá Eduardo,

Minha namorada visitou seu blog e gostou muito, me indicou para que pudéssemos obter algumas dicas para nossa aventura de viver na Austrália. Ainda não temos data definida, pq estamos pouco apreensivos. Enviei um e-mail com nossas dúvidas e espero que possa nos ajudar.

Grato
e Boa sorte por ai
Felipe Cavezale

Valéria Lima disse...

Eduardo,boa noite! Vonheci seu blogue casualmente e achei sua iniciativa muito bacana,ainda mais vindo de um rapaz tão jovem! Gostaria de saber,se é muito tarde para um profissional de TI com 52 anos,se aventurareuniu por aí? No aguardo e, que Deus te abençoe a continuar com essa atitude! Abraços.

Valéria Lima disse...

Desculpe as trocas de palavras....corretor ortográfico! Aff

Eduardo Slompo disse...

Oi Valéria,

Olha, tenho que ser sincero: com 52 anos de idade infelizmente não vai ser tão simples entrar no mercado. O grande problema é que com essa idade não é mais permitido aplicar pro visto de residência, que é o visto que mais abre portas pro mercado. Só sobra o visto de estudante, que infelizmente é mais limitado e, pra uma pessoa com 52 anos, acaba sendo um grande empecilho.

Fique à vontade pra me mandar um email se quiser saber mais: duslompo@yahoo.com.br

PS: Não esquece de dar uma conferida no "Post Mais Importante do Blog", o link tá lá no cabeçalho... valeu! :)